Blog Em Dia

com Racib Idaló


20/12/2017

'R$ 53 milhões no banco escolar'... Licitação de 'Consórcio de municípios', ligado a Marcos Montes e Toninho 10%, será denunciada no MP




O Ministério Público Estadual recebe nos próximos dias denúncia grave contra o tal Consorcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Grande – CONVALE, ligado a tal Amvale (Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande). E grave...
Tudo por conta de uma licitação de mais de R$ 53 milhões, pasmem, em carteiras escolares. Tal pregão presencial aconteceria no dia 11 de dezembro na sede dão citado consórcio, que funciona no mesmo prédio da Anvale.
Um empresário, que tem empresa do setor de licitação há 15 anos, tentou, antes do pregão, conseguir o edital. E foi encaminhado, adivinha para quem? Jacob Estevan... Sabe quem é? É o diretor de tal consórcio, e não por coincidência, é advogado do senhor Antônio Oliveira, secretário de Governo de Paulo Parado Piau, e conhecido nos bastidores por Toninho 10%.
Depois de receber o empresário, o citado diretor perguntou qual era a empresa e ai que vem a enrolação. Informou ao empresário que passaria o edital por e-mail. E depois disso, mesmo depois de vários telefones e e-mails solicitando o edital do pregão (tudo anexado na denúncia que será encaminhada ao MP, e veja um deles no detalhe), e depois de muita enrolação, informaram que tal pregão não aconteceria, e que seria adiado.
E para a surpresa do empresário, no dia 15 de dezembro, a Convale homologou tal pregão, no valor de mais de R$ 53 milhões, para empresa Delta Produtos e Serviços. E para agravar ainda mais, a citada empresa vencedora tem vários problemas em processos licitatórios.
Como o tal Convale, representa 12 municípios da região e atualmente é presidido pelo prefeito de Planura, Paulo Roberto Barbosa, e ligado ao senhor deputado federal Marcos Montes, a desconfiança é que tal pregão será para alguma emenda parlamentar.
Ou seja, pelas provas apresentadas, foi uma licitação direcionada, e será que tem muita gente ganhando em cima disso? São mais de R$ 53 milhões, e olha que uma carteira escolar custa apenas R$ 300,00 cada...