Blog Em Dia

com Racib Idaló


20/09/2019

Marcada por mal pagadora, FCU pretende gastar mais de R$ 800 mil com 'shows pré-eleições'




Veja como a grande possibilidade de perder as eleições fazem políticos, que até pouco tempo não estavam nem ai para a população, mudarem de postura quando vai chegando perto de um novo pleito. Com a proximidade das eleições 2020, Paulo Parado Piau e companhia, e seus aliados e pré-candidatos, fazem exatamente isso atualmente em Uberaba.
Mas não se importam com coerência, nem tão pouco com moralidade. Durante os quase sete anos que está no poder, Piau ficou marcado por deixar, sempre educação e Cultura em segundo plano. Chegou a um nível dos artistas da cidade, por exemplo, se recusarem de prestarem serviços para Fundação Cultural de Uberaba (FCU). O motivo? Porque a FCU demorava até mais de um ano para pagar os caches, sejam por apresentações na Concha Acústica, ou outro local. A desculpa era que não tinha dinheiro.
Pois bem, veja a mudança na postura, e gastos com setor agora chegam até a assustar. No edital de licitação aberta essa semana (veja no detalhe), a Fundação Cultural pretende terceirizar estruturas para shows, com iluminação, palco, etc. Mas o que assusta é o valor previsto para o pagamento de tal empresa: R$ 814.511,00.
Isso mesmo que pensou, mais de R$ 800 mil... Se o valor é assustador, fica claro a intenção de Piau e demais aliados de “passar mel na boca" nos eleitores nos próximos 12 meses em buscar eleger alguém ligado a sua administração.
Precisa falar mais?